10 FILMES COM MOMENTOS TENSOS DO SÉCULO xx

Aproveitando o momento político do Brasil, decidimos dedicar essa postagem para os momentos mais tensos da história recente. Cuidamos para evitar falar só sobre guerras

Doutor Jivago (David Lean, 1965)

Jivago_10cassacos-atacam-manifestantes.jpg

Começamos nossa lista já no auge da Primeira Guerra Mundial. O momento em que a Rússia tira o time de campo para resolver sua guerra civil e a tomada do poder pelo partido Bolchevique toma conta do cenário do filme e esses momentos históricos influenciam diretamente no decorrer da trama. A mistura perfeita desse pano de fundo muito tenso, a revolução Russa, com a história de amor de Jivago (Omar Sharif) e Lara Antipova (Julie Christie) é sensacional.

 

O Pianista (Roman Polanski, 2002)

pianist-2

A invasão da Polônia sela o início da Segunda Guerra Mundial. Apesar de ser um filme do tipo “tenha dó dos judeus”, conta uma história emocionante de um pianista judeu se escondendo nas ruínas de prédios bombardeados e tem cenários muito marcantes que mostram o poder de destruição das armas usadas no conflito e o estado das cidades por onde a guerra passou.

 

Operação Valquíria (Bryan Singer, 2008)

operaçao valquiria

História praticamente real. A operação Valquíria era um plano do próprio governo alemão para agir em caso da morte de Hitler. Acontece que os conspiradores que tentaram assassinar o Fuher esbarraram numa sorte sem explicação do ditador. Parece mentira, mas aconteceu da mesma forma que o filme conta. Não tem como não pensar: e se?

 

O Resgate do Soldado Ryan (Steven Spielberg, 1998)

Seconde-guerre-mondiale-debarquement-LCVP-6juin1944

Vamos para 1944, no famoso Dia D, o desembarque das tropas aliadas na Europa Nazista. No front ocidental da guerra, essa operação foi a virada entre atacantes e atacados. Daí pra frente, Hitler praticamente só se defendeu. O capitão Miller (Tom Hanks) recebe uma ordem de salvar um soldado que ganhou o direito de voltar para casa e precisa sacrificar muitos homens para atingir o objetivo. Acredito que esse é o meu filme favorito do gênero.

 

Círculo de Fogo (Jean-Jacques Annaud, 2001)

4257f8eb6066.original.png

Se o Dia D virou o jogo no ocidente, a batalha de Stalingrado, a mais sangrenta da história da humanidade, marcou a decadência do exército alemão no oriente. Vasily Zaitsev (Jude Law) é uma atirador de elite usado pelo governo soviético como herói em sua propaganda, para elevar a moral das tropas. O filme foge do lugar comum nos filmes de guerra e tem um enfoque bem diferente, sem deixar de mostrar os horrores e a destruição causada.

 

Getúlio (João Jardim, 2013)

getúlio-1728x800_c.jpg

Conta os últimos 19 dias de vida de Getúlio Vargas (Tony Ramos) antes dele deixar a vida para entrar na história. As acusações do atentado contra Carlos Lacerda e a decisão do suicídio. Tenso!! Assista com paciência, porque há exageros nos detalhes, mas se souber aproveitar isso, fica melhor ainda. PS: a arma usada no suicídio é A arma real!!

 

13 Dias que abalaram o mundo (Roger Donaldson, 2000)

wp1.jpg

A crise dos mísseis de Cuba. Em 1962, os americanos descobres mísseis nucleares soviéticos sendo instalados em Cuba. Kennedy sofre pressões sem limites de generais que querem invadir Cuba depois de uma desastrosa campanha militar no ano anterior, em que foram repelidos pelos cubanos. O mundo nunca esteve tão perto de uma guerra nuclear deliberada. Elegemos esse o Momento Mais Tenso do Século XX!!

 

Bom dia, Vietnã (Berry Levinson, 1987)

robin-williams-bom-dia.jpg

O radialista Adrian Cronauer (Robin Williams) tenta dar um pouco de alegria para os compatriotas que lutam nessa tenebrosa investida militar mas, o choque de gerações vigente, justamente na época do surgimento da contra cultura americana, atrapalha a relação do jovem com seus superiores.

 

O que é Isso, Companheiro? (Bruno Barreto, 1997)

o_que_e_isso_companheiro_01_grande

O sequestro do embaixador americano, Charles Burke Elbrick, pelo grupo MR-8, de extrema esquerda é contado da forma como todos os filmes no Brasil são contados. O cinema e a arte brasileira usam um tapa-olhos do lado direito (Vide Olga, Lula: o filho do Brasil, entre outros). Mesmo assim, é um ótimo filme.

 

Adeus, Lenin! (Wolfgang Becker, 2002)

goodbye-lenin.jpg

O jovem Alexander (Daniel Bruhl) tenta esconder a queda do Muro de Berlim de sua mãe, que estava em coma durante o acontecimento e não pode passar por grandes emoções ao acordar, no ano seguinte. O pano de fundo não é tão bem explorado, mas o filme é muito bom, por isso merece o lugar na lista.

Deixe um comentário